Vida pelo Mundo | Dicas e inspirações de viagens!

Não é só de balonismo que vive o turismo da Capadócia, na Turquia. Além das paisagens surreais e maravilhosas, há mais de 100 cidades subterrâneas espalhadas pela região, sendo apenas algumas abertas à visitação.

As mais visitadas são Derinkuyu e Kaymakli, que são as maiores. Estas duas cidades são ligadas por um túnel de 8 quilômetros, que infelizmente não é aberto aos turistas.

Derinkuyu fica cerca de 40 quilômetros de distância de Goreme, que é o principal ponto de hospedagem na Capadócia. Como estávamos em seis pessoas, fomos com um carro contratado pelo dono do hotel, que faz algo como um city tour particular. É um serviço bem comum lá, pois a locomoção na região não é das mais fáceis.

Hospedagem em Goreme

derinkuyu

Mas como assim, cidade subterrânea? É isso mesmo, uma cidade. Com igreja, escola, estábulo para os animais, local para produção de vinho, reservatórios de água, túmulos, tubos de ventilação e até túneis de comunicação, onde era possível se comunicar com outras cidades subterrâneas.

Estima-se que Derinkuyu tenha 20 níveis, ou andares, escavados em rocha vulcânica, e capacidade para abrigar cerca de 10.000 habitantes. Apenas 8 deles são abertos ao público.

Sua origem é incerta tanto em relação a datas como aos motivos que levaram à sua construção. Alguns pesquisadores dizem que a construção é de 4.000 a.C, outros acreditam que seja mais antiga, por volta de 9.000 a.C, e que a cidade só foi completamente abandonada no século VIII.

O guia nos contou que o local já foi utilizado como refúgio do clima frio por algumas civilizações, e também pelos cristãos, como um abrigo onde podiam espalhar a religião sem serem vistos ou sofrerem ataques.

Cidade subterrânea

Cidade subterrânea

Corredores estreitos

Cidade subterrânea

derinkuyu-6

Cidade subterrânea

A visita pode ser feita com guia ou por conta própria. Assim que você chega, algum guia já começa a te explicar as coisas, mesmo sem ninguém pedir, e mesmo se você disser não, ele vai te seguir e insistir um pouco, no melhor jeitinho turco de ser. Recomendamos muito ir com guia, se o orçamento não tiver muito apertado, porque faz toda a diferença saber a história de cada espaço da cidade.

A experiência é fantástica e muito diferente, nem imaginávamos que existia um lugar assim!

Endereço: Derinkuyu, Nevşehir.

 

Quando: todos os dias, das 8h às 19h. No inverno, até 17h.

 

Quanto: o ingresso custa 20 liras turcas.
 

Gostou do post? Curta o Vida pelo Mundo nas redes sociais:       

Assine nossa newsletter e receba dicas e inspirações de viagens no seu email!

 

Comentários

comentários

Leia também

Diz a lenda que, um terrível dragão habitava uma gruta na colina de Wawel, trazendo medo e desgraça...

O Museu a céu aberto de Goreme, na região da Capadócia, é uma área com diversas igrejas e cavernas...

Durante nossa visita à Europa, incluímos a Cracóvia no roteiro, com a intenção principal de...