Vida pelo Mundo | Dicas e inspirações de viagens!

As montanhas coloridas de Vinicunca, também conhecidas como Rainbow Mountain, Cerro de Colores ou Montanha Arco-íris ficam a umas 4 horas de Cusco, e tem um visual espetacular, com diversas cores em sua formação, devido aos minerais presentes em sua composição.

A trilha até Vinicunca é um passeio relativamente novo, mas que já pode ser facilmente encontrado nas agências de turismo em Cusco. Antes, a única trilha que passava pelas montanhas coloridas tinha como destino Ausangate, uma outra montanha da região que tem o pico nevado, com um caminho que dura de 5 a 7 noites.

 Hospedagem em Cusco 

Quanto custa a trilha até Vinicunca?

Contratamos o passeio com a agência do Puma Hostel, em Cusco, e saiu 110 soles por pessoa, para um grupo de 8. (1 sol = 1,06 reais).

Encontramos preços de até 150 soles em outras agências. Não precisa agendar com muita antecedência, tem saídas todos os dias.

Esse valor inclui transporte de Cusco até o começo da trilha (ida e volta), café da manhã, almoço e guia.

Paisagens maravilhosas do começo ao fim

O rolê começa bem cedo, às 3h30 uma mini van pega cada um em seu respectivo hotel e seguimos rumo às montanhas.

Depois de 3 horas de estrada, tomamos café da manhã em uma casinha de barro, de uma família que vive no meio das montanhas, criando alpaca e plantando seus próprios alimentos. Tinha café, chá, pão, manteiga e geléia.

Café da manhã, Vinicunca, Peru

Café da manhã na casa dos locais!

Mais uma hora de estrada e chegamos no ponto inicial da trilha, onde tem um vilarejo bem pequeno, que vivem cerca de 20 pessoas, em casas de pedra e barro, sem energia elétrica ou qualquer outra coisa da vida moderna. É muito interessante poder ver a vida simples e conectada à natureza do povo andino!

As paisagens de toda a trilha são maravilhosas, as montanhas coloridas são, na verdade, apenas um detalhe! Passamos por montanhas enormes com picos nevados, uma nascente de rio, criações de lhamas e alpacas, casinhas de pedras que pareciam sair de lendas antigas e muita natureza intocada!

Trilha Vinicunca, montanhas coloridas, Peru

Trilha Vinicunca, montanhas coloridas, Peru

Uma das poucas casas que tem no caminho da trilha.

Trilha Vinicunca, montanhas coloridas, Peru

Trilha Vinicunca, montanhas coloridas, Peru

Para ir, demoramos umas 4h30, andando sem pressa e parando pra descansar quando necessário. O caminho já começa a mais de 4.000 metros de altura e chega a cerca de 5.000 no topo da montanha.

A altitude dificulta um pouco o rendimento, mas pelo menos, a maior parte da trilha é reta ou com subida bem leve, só no final a subida é mais puxada, mas é curta.

De nós, o Marcelo foi bem e a Mayra passou um pouco mal, uma falta de ar e ânsia ao mesmo tempo, muito ruim. O famoso mal de altitude ou soroche! Os guias levam folhas de coca para mascar, um líquido de eucalipto para inalar e também latas de oxigênio, caso necessário. Depois de ter falta de ar 3 vezes e inalar um pouco de oxigênio, ficou tudo bem e conseguimos chegar até o topo!

Para quem tiver com muita dificuldade, é possível ir de cavalo, alguns moradores de região ficam espalhados pela trilha com seus cavalos, oferecendo o serviço.

Quando chegamos no ponto onde é possível ver as montanhas coloridas, ficamos um tempo lá para tirar fotos, apreciar a paisagem e comer alguma coisa.



Booking.com

Trilha Vinicunca, montanhas coloridas, Peru

Chegando no topo! É de lá que se tem a melhor vista!

Vinicunca, montanhas coloridas, Peru

Tcharaaaam!!

Vinicunca, montanhas coloridas, Peru

Vinicunca, montanhas coloridas, Peru

Lugar maravilhoso com pessoas maravilhosas!

Vinicunca, montanhas coloridas, Peru

Uaaaauu!!

Para voltar, fizemos o caminho em 2h30 de caminhada. O total da trilha deu 17 km, ida e volta, de muita beleza!

No caminho de volta a Cusco paramos para almoçar em uma cidadezinha e depois o motorista deixou todos na Plaza de Armas, no centro de Cusco, por volta das 19h.

Vinicunca, montanhas coloridas, Peru

Mais 2h30 de trilha para voltar!

Vinicunca, montanhas coloridas, Peru

Vinicunca, montanhas coloridas, Peru

Dicas importantes

É bom levar água, barrinha de cereal, frutas, bolachas ou qualquer comidinha rápida, pois o caminho é longo e não tem nada para comprar.

Faz frio no meio das montanhas e na última parte tem até gelo no pico, então tem que ir com roupa de frio, de preferência com aquelas jaquetas corta-vento, cachecol, touca e luvas. Apesar de frio, o sol é forte, então leve protetor solar e chapéu.

Leve também papel higiênico, os banheiros que tem no caminho são na verdade uma casinha com um buraco no chão, e não tem muitos.

Fique pelo menos dois dias em Cusco antes de fazer o passeio, para ir se acostumando com a altitude.

Passeio imperdível pra que vai para Cusco, vale cada centavo e cada passo!

 

Gostou do post? Curta o Vida pelo Mundo nas redes sociais:       

Assine nossa newsletter e receba dicas e inspirações de viagens no seu email!

 

Comentários

comentários

Leia também

O Parque Nacional de Torotoro, localizado no departamento de Potosí, na Bolívia é um lugar pouco...

Puno é uma pequena cidade às margens do lago Titicaca, no Peru. O principal atrativo do local são...

A cidade de Cusco, no Peru, recebe milhares de turistas todos os anos e mesmo assim mantém uma...