Vida pelo Mundo | Dicas e inspirações de viagens!

Puno é uma pequena cidade às margens do lago Titicaca, no Peru. O principal atrativo do local são as ilhas artificiais de Uros e a ilha natural Taquile.

O lago Titicaca fica na fronteira entre Peru e Bolívia e está a 3.821 metros de altura. É o segundo maior lago da América do Sul e parece mesmo um oceano, com água até perder de vista!

O passeio para as ilhas pode ser reservado na maioria dos hotéis ou diretamente no porto. Nós reservamos no hotel por 40 soles por pessoa, incluindo transporte até o porto, barco até as ilhas e almoço.

As hospedagens se concentram nas proximidades da Plaza de Armas, dá pra reservar na hora tranquilamente. Nós pedimos indicação para um taxista na saída da rodoviária e ele nos levou em um bom hotel de 50 soles o quarto de casal.

Lago Titicaca, Puno, Peru

Lago Titicaca e Puno ao fundo.

Passeio pelas Ilhas Uros e Taquile

Ilhas de Uros

Às 7h00 horas uma van passou no hotel e nos levou ao porto de Puno, onde pegamos um barco com o grupo e o guia, que já foi contando histórias das ilhas e suas culturas.

Depois 20 minutos navegando pelo lago Titicaca já é possível ver as primeiras ilhas flutuantes de Uros e seus barcos artesanais.

As ilhas são artificiais, construídas com totora, uma planta que cresce no próprio lago e não afunda. Ela é utilizada tanto na base das ilhas como na construção de suas casas, camas e barcos, além de servir como alimento.

O povo Uro tem uma vida simples, conectada com a natureza e uma cultura de tradições milenares. Criam peixes, caçam patos e fazem artesanato para trocar com outras comunidades por legumes e frutas.

O único sinal de vida moderna nas ilhas são painéis de energia solar doados pelo governo do Peru, para prevenir incêndios causados pela iluminação com fogo que utilizavam antes.

Uros, Peru

Uros, Peru

Uros, Peru

Isso é a totora, dá pra construir casas ou comer! 😛

Uros, Peru

Hoje a população também tem grande parte da renda vinda do turismo. Eles vendem artesanatos e em algumas ilhas também tem cafés e até hotel!

No passeio paramos em duas ilhas de Uros (são várias espalhadas pelo lago), na primeira o guia explicou sobre as construções e pudemos entrar em uma das casas. O dono nos mostrou todo orgulhoso que tinha até televisão, graças ao painel solar. Enquanto isso, as mulheres vendiam e faziam artesanatos, elas são especialistas em bordados!

Na segunda ilha de Uros que visitamos, tem um café onde você pode carimbar seu passaporte (custa 1 sol) e usar os banheiros. De lá, quem quisesse podia fazer um passeio em barco típico feito com o mesmo material das ilhas, por 10 soles.

Saindo de Uros, o barco vai até a ilha Taquile, um trajeto de ± 2 horas.

Carimbo Uros

Uros, Peru

Criancinha brincando de bordar!

Barco de Uros, Peru

Ilha Taquile

Taquile é uma grande ilha no meio do Lago Titicaca, onde a principal atividade são as plantações e criações de gado e ovelha.

Ali percebemos que as tradições foram mantidas mesmo com o passar do tempo, pois todos se vestem com trajes típicos onde as cores e desenhos dizem se a pessoa é solteira, casada ou se é algum tipo de autoridade.

Eles tem grande tradição na produção têxtil, que você pode conferir em uma grande loja na praça principal.

Na ilha existem diversas construções feitas de pedras, inclusive arcos que impressionam por não terem cimento em sua estrutura.

Depois de andar um pouco, almoçamos na casa de um local no topo da ilha, com uma vista incrível para o lago Titicaca e voltamos a Puno, para arrumar as malas e partir rumo a Copacabana, na Bolívia!

Uma sublinha pra começar!

Taquile, Peru

Taquile, Peru

Metade da touca branca significa que ele é solteiro!

Taquile, Peru

Arco construído sem cimento!

Taquile, Peru

Taquile, Peru

Almoço com vista para o Titicaca!

Cusco a Puno de ônibus

O principal acesso a Puno é de ônibus, a partir de Cusco. A viagem dura 6 horas, sai do Terminal Terrestre de Cusco e custa em média 30 soles.

Recomendamos pegar um ônibus noturno que sai de Cusco às 22h e chega em Puno 04h. Assim, dá pra chegar e fazer o passeio no mesmo dia. Os passeios saem logo cedo, então muito gente chega de madrugada, faz o passeio e já vai embora no mesmo dia, economizando uma hospedagem.

Apenas 1 dia em Puno é o suficiente, pois além das ilhas não há outros atrativos para turismo.

Tem alguma dúvida ou dica? Fala tudo nos comentários! 🙂

 

Gostou do post? Curta o Vida pelo Mundo nas redes sociais:       

Assine nossa newsletter e receba dicas e inspirações de viagens no seu email!

 

Comentários

comentários

Leia também

O Parque Nacional de Torotoro, localizado no departamento de Potosí, na Bolívia é um lugar pouco...

A cidade de Cusco, no Peru, recebe milhares de turistas todos os anos e mesmo assim mantém uma...

Para visitar o inacreditável Salar de Uyuni, na Bolívia, a cidade base de onde saem os tours é...

Leave a Reply